Para começar, vamos saber melhor quem é o designer

Designer é o especialista que estuda, cria e projeta soluções inovadoras. Ele trabalha em vários segmentos, como na área de comunicação impressa e/ou digital de uma empresa, no desenvolvimento de projetos de produtos ou na criação de conceitos visuais para ambientação de lojas ou eventos, por exemplo. O designer utiliza conhecimentos teóricos e/ou práticos, métodos e tecnologias para viabilizar um projeto com menor custo, com mais eficiência e que transmita o propósito da empresa. No âmbito dos produtos, ele ainda cria soluções mais inteligentes, bonitas, confortáveis e seguras para os consumidores. Sem esquecer dos aspectos estéticos, pois eles costumam atrair os clientes para a escolha de uma marca, produto ou serviço. Ou seja, o designer materializa ideias e pensamentos por meio de desenhos, imagens, grafismos, materiais, cores, tipografia, etc. Ufa! Quanta coisa!

Com certeza, o designer é um profissional que deve ocupar uma função estratégica numa empresa. Se você não tem um na sua, pode estar perdendo espaço para seu concorrente que já tem.

Quais os benefícios de contratar um designer?

Um profissional qualificado desenvolverá projetos que:

1) Diferenciam a imagem de uma empresa, tornando-a destaque diante de seu concorrente.

2) Transmitam valor, dando mais qualidade ao seu produto ou serviço.

3) Otimizem custos, gerando maior lucro ao seu negócio.

4) Organizam melhor as informações, atraindo o consumidor com mais eficiência.

5) Aumentam a credibilidade de uma empresa, trazendo confiabilidade à marca.

6) Tragam soluções mais criativas e inteligentes, melhorando o portfólio de produtos e serviços.

Como contratar um designer?

Ele pode ser contratado como um colaborador (funcionário) ou como um consultor (prestador de serviços) para intervenções pontuais. Independente da forma de contratação, é importantíssimo que seja uma pessoa qualificada, pois o conjunto de suas habilidades trará melhores resultados.

Como escolher esse profissional?

Caso não saiba por onde começar, visite sites das associações de design, consulte pessoas que já foram atendidas por um bom designer. Em último caso, no próprio Google mesmo. Mas antes de escolher o profissional, solicite o seu portfólio, pois nesse documento constarão exemplos dos trabalhos realizados, clientes atendidos, áreas de atuação, etc.

Particularmente, eu recomendo a escolha de profissionais que tenham talento, experiência de mercado e formação na área. Em geral, a formação do designer é Bacharel em Desenho Industrial ou Design Gráfico (cerca de 5 anos de estudo) ou Tecnólogo (2 anos de estudo). Na maioria dos casos, esses profissionais possuem mais capacidade para analisar, avaliar e propor soluções para os problemas que envolvam projetos de design. Outra particularidade é escolher profissionais que se preocupam com as normas técnicas e legais. Que trabalhem dentro dos conceitos éticos-profissionais. Afinal, acabam representando a sua empresa.

Agora é só pesquisar em investir em design.

Se gostou desse artigo, curta e compartilhe!

Texto de Eduardo Meneses (Designer Gráfico, Consultor em Design, Ex-Presidente da ADEGRAF)